Blog Fnac

 

Neste final de ano, a Fnac Brasil abre 190 vagas de trabalho temporário em suas lojas no Brasil, incluindo site, divididas da seguinte forma:

São Paulo – 63 vagas

Rio de Janeiro – 24 vagas

Belo Horizonte – 14 vagas

Brasília – 16 vagas

Campinas – 17 vagas

Curitiba – 12 vagas

Goiânia – 14 vagas

Porto Alegre – 16 vagas

Ribeirão Preto – 12 vagas

Site: 2 vagas

Segundo Fabiano Molina, diretor de Recursos Humanos da Fnac Brasil, “conhecimentos e experiência são importantes, mas nós da Fnac também gostamos de investir em novos talentos, por sua paixão e vontade de aprender. Em média, cerca de 40% dos temporários de final de ano são efetivados na Fnac”. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de novembro de 2014 pelo site fnac.com.br, no link “trabalhe com a gente”. Podem se candidatar pessoas com, no mínimo, ensino médio completo e disponibilidade para trabalhar nos finais de semana. Os cargos disponíveis e pré-requisitos são os seguintes:

Consultor de Vendas

Ter paixão pela área de atuação pretendida (livros, CDs, DVDs, áudio, vídeo, informática, telefonia, software, fotografia, games e produtos infantis) e conhecimentos relacionados às áreas de atuação:

Conhecer a dinâmica do varejo

Gostar de lidar com público

Saber vender produtos e serviços

Boas noções de merchandising e gestão comercial (produto, preço, estoque, margem etc.)

Capacidade de trabalho em equipe; negociação e argumentação, proatividade, flexibilidade, comunicação.

Operador de Caixa

Desejável conhecer a dinâmica do varejo e a operação de caixas automatizados

Gostar de lidar com público

Saber oferecer soluções

Facilidade em cálculos

Capacidade de trabalho em equipe, criatividade, proatividade, flexibilidade, comunicação e persuasão.

Assistente de logística e pós-venda

Conhecimentos sobre o funcionamento de estoque/almoxarifado (controle de entrada e saída de mercadorias)

Entrada e saída de mercadorias e emissão de notas fiscais

Noções do Pacote Office

Gostar de lidar com público

Desejável ter experiência em Logística/ Estoque e recebimento de mercadorias e/ou ter conhecimento em assistência técnica de produtos

Capacidade de trabalho em equipe, negociação e argumentação, proatividade, flexibilidade e comunicação.

A Fnac promove treinamento “in loco”, incluindo as seguintes etapas: Integração – Institucional Fnac; Formação para Técnicas de Atendimento e Vendas; Formação Técnica de Produtos, Serviços e Sistemas Específicos. As faixas salariais são compatíveis com as praticadas pelo mercado. Entre os benefícios oferecidos, estão ticket-refeição e vale-transporte.

Sobre a Fnac

A Fnac é a maior varejista mundial de produtos de cultura e informação. O mix de produtos da Fnac é único no mundo: livros, CDs, DVDs, equipamentos de áudio, vídeo, telefonia, fotografia, informática e serviços. Fundada há 60 anos na França e presente há 15 anos no Brasil, cada Fnac é um lugar onde todas as culturas são compartilhadas e todas as paixões são estimuladas e enriquecidas. Estar numa Fnac é uma empolgante experiência que aguça a curiosidade, dada a imensa possibilidade de escolhas, o aconselhamento personalizado, de espírito engajado e inovador, cujas opiniões e pontos de vista ajudam o consumidor na sua decisão de compra. Em todas as lojas, há espaços dedicados a exposições fotográficas e eventos culturais gratuitos. Atualmente, são 12 lojas no Brasil, três em São Paulo (Fnac Paulista, Fnac Pinheiros e Fnac Morumbi, no MorumbiShopping), uma em Guarulhos (Terminal 3 do Aeroporto Internacional), uma em Campinas (Shopping Parque Dom Pedro), uma em Ribeirão Preto (RibeirãoShopping), uma no Rio de Janeiro (Barra Shopping), uma em Curitiba (Park Shopping Barigui), uma em Belo Horizonte (BH Shopping), uma em Brasília (Park Shopping), uma em Goiânia (Flamboyant Shopping) e outra em Porto Alegre (BarraShoppingSul), além do site www.fnac.com.br. Até o momento, a rede Fnac, tem 176 lojas na França, Suíça, Espanha, Portugal, Bélgica e Brasil, empregando mais de 15 mil funcionários. Em 2013, o faturamento da rede foi de € 3,9 bilhões.

Aproveite o final de semana para conhecer o espaço outlet da loja Fnac Pinheiros, em São Paulo :-] Esse é um cantinho com as melhores ofertas de nossa rede localizado dentro da própria loja, no 1º andar, preparado com todo o carinho para os clientes (tem até exposição fotográfica acontecendo por lá neste final de semana ;-] ) . Não deixe de conferir!

Dentre as grandes ofertas em destaque nesta semana, temos:

- ALL IN ONE DELL INSPIRON ONE F520 TOUCH CORE I5-3330S 6GB 2TB WINDOWS 8 23″

De >>> R$ 3899,00
Por >> R$ 2.499,00

- NOTEBOOK DELL INSPIRON I14R-5421-A20 COREL I7 8GB 1TB WINDOWS 8

De >>> R$ 3.099,00
Por >> R$ 2.499,00

- Dock Station Semp Toshiba Sti Ds2525i

De >>> R$ 699,00
Por >> R$ 399,00

+ Todas as promoções são válidas enquanto durarem os estoques. Aproveite o/

Saiba quem são os Novos Talentos da Fotografia, selecionados na III Maratona Fotográfica Fnac:

1º lugar: Yuri Ribeiro – Goiânia

Prêmio: Nikon D7100 + lente, tripé, case, cartão de memória, livro Fotografia Digital e fotolivro.

2 lugar: Juliana Rybziski – Curitiba

Prêm,ioNikon D5200 + lente, tripé, case, cartão de memória, livro Fotografia Digital e fotolivro.

3º lugar: Marilyn Voigt – Curitiba

Prêmio: Nikon D3100 + tripé, case, livro Fotografia Digital e fotolivro.

EXPOSIÇÃO ITINERANTE FNAC BRASIL

Os escolhidos nesta seleção vão ter a oportunidade de exposição do trabalho nas lojas Fnac Brasil. Aguardem!

A comissão julgadora foi formada por Fernando Costa neto (jornalista, fotógrafo, sócio da DOC Galeria – Escritório de Fotografia, idealizador da Mostra SP de Fotografia), Ivan Pacheco (editor de fotografia em importantes veículos nacionais e internacionais, com formação no Instituto de Artes de Bournemouth, Inglaterra), Luciano Candisani (fotógrafo e biólogo, um dos maiores nomes da fotografia ambiental, autor de quatro livros fotográficos sobre a biodiversidade brasileira) e William Silveira (coordenador da Nikon School).

A fotografia tem uma grande importância para a Fnac, desde a sua fundação, há 60 anos. Em todos os países onde está presente, a Fnac tem uma rede de Galerias Fotográficas em suas lojas e uma coleção fotográfica própria, uma das mais importantes do mundo. Além disso, a Fnac mantém uma forte atividade cultural, promovendo exposições, lançamentos de livros e outros eventos ligados à cultura fotográfica de um modo geral. Assim, esta terceira edição da maratona é ainda mais especial por acontecer no ano em que a Fnac celebra 60 anos de fundação e 15 anos de atuação do Brasil. De acordo com Mariana Manita, gerente de Comunicação e Marketing da Fnac Brasil, “frequentemente a Fnac estimula os novos talentos, em áreas como literatura, música, artes visuais e quadrinhos. Além de inspiradoras, estas ações são um estimulo para uma nova produção cultural e um esforço para um futuro repleto de obras de alta qualidade”.

Parabéns a todos os participantes. Ano que vem tem mais ;~]

Pra você que é um game addict assumido essa vai ser fácil! Durante o mês de outubro, quem postar uma foto no Instagram provando a paixão pelos games com a hashtag #GameNaFnac, marcando a página da @Fnac_BR na imagem, poderá ser selecionado por nossa equipe para escolher um dos games dentre os lançamentos mais esperados do ano, anunciado na Revista #Universo Fnac, pra jogar muito em casa :~]

Aproveite a chance de ter aquele jogo tão esperado, participe o/

No estimulante universo dos livros e da leitura, a contação de histórias é protagonista na arte de interpretação e na capacidade de entusiasmar as crianças.

Entre gestos, variação do tom de voz e adereços, o contador de histórias pode despertar aquele brilho especial nos olhos dos pequenos, fazendo-os sentir-se verdadeiramente dentro do mundo das fábulas, dos contos e das lendas. A contação de histórias vai além de uma simples leitura, pois exige interpretação com o objetivo de estimular sempre algum tipo de interação.

Todos os sábados, nas lojas Fnac, seres fantásticos, novos personagens e figuras clássicas ganham vida por meio das palavras e dos gestos dos contadores de histórias, que sempre se apresentam, gratuitamente, nos espaços Fnac Kids. Durante estes 15 anos da Fnac no Brasil, dezenas de artistas e centenas de personagens impulsionaram a imaginação das crianças que, encantadas, vibram com as surpresas, os aprendizados e muita diversão.

Nas páginas a seguir, mergulhe no mundo de fantasia que quatro contadores – Alinne, Cléo, Elaine e Thiago – criaram para representar os sagrados 12 Deveres das Crianças. Estes contos foram compartilhados com 5 crianças que frequentam as contações. Cada uma delas também foi convidada a compartilhar conosco o seu olhar tão peculiar, registrando no papel a sua própria imaginação, em forma de desenho.

I – INVENTAR UMA PALAVRA MÁGICA

II – VIAJAR EM UM BALÃO COLORIDO

III – TER UM HEROI IMAGINÁRIO NO BOLSO

Num tempo não muito longe, no tempo do “Era uma vez”, num lugar ainda encantado, abri a janela e o vento soprou uma história. Não era uma história longa, também não era tão pequena, não era larga, nem colorida. Era uma história simples, sem floreios, dessas que a gente guarda no fundo do baú. Dessas que é bom de ouvir, quase dormindo, no fim da tarde. Não tinha reis nem fadas, era apenas um retrato de infância. Essa história começa assim: Um riso, um sopro, um dragão guardado na caixa. Dizem que toda menina vive num reino imaginário. Dizem que esse reino é muito bem guardado. Dizem que daqui de onde vemos, nem sempre dá pra se perceber… Se isso é verdade eu não sei, mas posso afirmar, do alto da minha molequice, que quando eu era menina, inventei um desses reinos, só pra mim. Brincava de inventar histórias, e na minha brincadeira de invencionice cabia um mundo inteiro. Flores, chuva, palavras, cata ventos. E assim era! Pois teve um dia em que eu quis brincar de voar de balão.

Cleo Fagundes, Contadora de histórias na Fnac Curitiba.

Cleo Fagundes possui formação técnica em teatro pelo Grupo de Pesquisas de Artes Cênicas pela universidade Federal de são João Del Rey-MG e formação profissionalizante pelo projeto Casa de arte e ofício do grupo mineiro.

IV – DECORAR UMA MÚSICA DE SEREIA

V – PILOTAR UMA NAVE ESPACIAL

VI – PINTAR UM DESENHO NOVO

Era uma vez um menino chamado Eduardo, o Dudu. Dudu tem 7 anos e uma das coisas que ele mais gosta é de ir para a casa de seu avô aos finais de semana. Ele sempre contava os dias durante a semana para que chegasse logo o sábado. Uma vez, Joaquim, avô de Dudu, percebeu que ele já não estava com a mesma alegria de sempre por estar na casa do vovô. Muito pelo contrário. Dudu começou a achar sem graça ficar na casa de seu parente porque estava enjoado de sempre fazer as mesmas brincadeiras. Joaquim logo que percebeu a situação perguntou para seu neto se ele já tinha ligado a imaginação neste final de semana. Dudu, sem entender direito, disse que não. Foi aí que seu avô explicou pra ele que a falta de ânimo para brincar era por causa da falta de utilização da imaginação, mas que isso não seria mais problema, pois era só ele apertar a pontinha do nariz com o “Fura Bolo”, mais conhecido como “dedo indicador”, que Dudu estaria pronto para se divertir. Não deu outra. Não passou nem cinco minutos e Dudu estava no comando da nave espacial rumo à “Galáxia das Guloseimas” segurando apenas uma almofada de sofá. Depois tratou de subir nas costas do avô dizendo que estava andando com o cavalo mais rápido do mundo. Até cantor ele virou! A garrafinha de água de Dudu tinha acabado de virar um belo microfone. A mesa de centro virou um palco de show e ele tratou de inventar uma música com a poesia de sereia que tinha acabado de aprender na escola. Dudu nunca tinha se divertido tanto. Foi brincadeira pra cá, brincadeira pra lá, brincadeira durante a tarde toda! O céu começou ficar laranja e Dudu sabia que já estava na hora de tomar banho, jantar e ir dormir. Depois de tudo feito, um pouco antes da hora de dormir, Joaquim deu a ele uma folha e alguns lápis de cor para pintar um desenho com as brincadeiras que ele havia feito durante aquela tarde Deste dia em diante Dudu percebeu que não precisaria mais se sentir dasanimado. Era só ele ligar o botão da imaginação que tcharãn!

Thiago Henrique,  Contador de histórias na Fnac Morumbi.

Nascido em são Paulo, Thiago Henrique é ator, diretor, arte educador, contador de histórias, músico multi-instrumentista, cantor, compositor, diretor e produtor musical, dançarino de hip- hop e Danças  Afro-Brasileiras.

VII – TER UM DRAGÃO DE ESTIMAÇÃO.

VIII – CONSTRUIR UMA MÁQUINA DO TEMPO.

IX  - FAZER UMA VIAGEM SUBMARINA.

Era no oco da árvore que a menina passarinho buscava imaginação, como as corujas, ela chegava, examinava bem o orifício (porque às vezes outros bichinhos entram lá também) e colocava a cabeça lá dentro pra pensar. Medo? Ela tinha… De homem do saco, de cara fechada e de escuro! Mais um motivo pra ela enfrentar o oco da árvore, pra encarar esse medo aí… Porque medo foi feito pra gente enfrentar, com frio na barriga, até ele passar! Era um dia do sol amarelo como muitos, mas ela queria encontrar uma nova árvore, com um oco maior. Só que hoje em dia, essa tarefa é muito difícil. Então o jeito foi construir uma “máquina do tempo”! Dever de toda criança é construir uma máquina do tempo! É simples fazer uma: Pega uma coisa que você gosta muito e que tem a muito tempo, junta com outra que a sua mãe, pai, avó ou avô, tem a muito, muito tempo, cobre tudo com um lençol, fecha bem os olhos, e inventa uma palavra mágica! Pronto! Foi assim que a menina pássaro foi parar no fundo do mar! Dentro de um pequeno submarino vermelho ketchup! Ótimo e péssimo… Ótimo porque toda criança precisa fazer um dia da sua vida uma viajem submarina! E péssimo porque não tem como encontrar uma árvore, e o oco de uma árvore, no fundo do mar… Tem?

A menina passarinho decidiu aproveitar o momento. E foi incrível! Nessa viajem submarina ela viu cavalos marinhos, peixes mais coloridos que a sua caixa grande de lápis de cor, bichos que se mexiam tão rápido que os olhos nem conseguiam acompanhar! Até que em meio a tantas cores, supimpa! Uma grande árvore apareceu bem na frente do submarino! Ela tinha um buraco que com certeza, pensou ela, era o maior oco de árvore que já tinha se visto! A menina passarinho foi o mais rápido que pode, tampando a respiração e enfiou a cabeça dentro do oco da árvore e lá encontrou um dragãozinho bem pequenininho, sozinho coitadinho. Mas bem nessa hora, acreditem se quiser, a menina passarinho ouviu de longe uma voz que disse assim: “Mariaaaaana! Hora de almoçar! Vem já!” E lá foi ela obedecer a sua mãe, porque nessas horas não adianta discutir! Na mesa do almoço, ela sentiu umas cócegas na barriga, não era a fome não, era o dragãozinho, serelepe que a seguiu até ali! Ela secou o bichinho com um pedacinho de guardanapo, e pensou: “quem não quer ter um dragão de estimação!” É isso que se chama sorte então, quando se quer encontrar uma coisa, e se ganha outra ainda melhor!

Alinne Mendes, Contadora de histórias na Fnac Goiânia

Alinne Mendes é graduada no curso de Artes Cênicas pela Universidade Federal de Goiás. Atualmente trabalha como professora substituta no mesmo curso, e como professora de Interpretação e Montagem de espetáculos no Centro Profissional em Artes Basileu França.

X – ENCONTRAR UM PLANETA DISTANTE

XI – ESCOLHER UM DINOSSAURO PREFERIDO

XII – DORMIR COM SEU BRINQUEDO FAVORITO

-  Boa noite querido. Porque não dorme?

- Mamãe, você sabe que só durmo quando meu boneco Astronauta dorme. Mas o coitado está confuso depois de sua última viagem. Vem cá, vou falar no seu ouvido pra ele não ficar chateado: é que ele não sabe o nome do planeta distante que tem visitado. Para voltar a dormir e ter bons sonhos devo que ajudá-lo a lembrar do tal planeta… Vou precisar daquele livro da biblioteca do papai, sobre luas, estrelas, cometas e galáxias…

- Pode deixar filho. Serei como agente secreto. Vou resgatar o livro e umas memórias…

- Isso, mamãe!

- E como agente secreto, posso perguntar o que faz um livro de Dinossauros bem embaixo do seu travesseiro?

- Bem… Há várias noites, eu e o Astronauta, estamos decidindo qual é o nosso dinossauro preferido, o melhor de todos!

- Aah! Minha mente de agente resolveu o mistério do tal planeta distante. É a Terra há milhões de anos atrás!

- É verdade! Um planeta distante, mas no tempo…

- Agora vem cá meu explorador de planetas distantes. Vou falar do meu dinossauro preferido.

- Oba! E qual é?

- Aquele que faz criança dormir! HUUAARR!

Nani Moraes, Contadora de histórias na Fnac Campinas

Nani Moraes possui formação em Filosofia é pesquisadora de Psicanálise Lacaniana e Freudiana desde 2006. Além disso, Nani pesquisa a função lúdica e terapêutica das histórias e desenvolve oficinas de Biblioterapia e de Contação de História para as crianças.

> Atualmente a Fnac conta com 23 artistas que iluminam as tardes de sábado com suas histórias. Confira a agenda completa no site www.universofnac.com.br